Novo ciclo do Sete Anos Sete Escolas arranca com apoio da Fundação Calouste Gulbenkian através do Programa PARTIS - Práticas Artísticas para a Inclusão Social

O projeto Sete Anos Sete Escolas de Cláudia Dias foi um dos selecionados pelo programa PARTIS – Práticas Artísticas para a Inclusão Social da Fundação Calouste Gulbenkian. Sete Anos Sete Escolas é um projeto satélite do programa Sete Anos Sete Peças de Cláudia Dias. As peças de cada ciclo, servem de base de trabalho para um conjunto de atividades a desenvolver em quatro escolas de Almada - Escola Secundária Fernão Mendes Pinto e Escola Secundária Francisco Simões - e do Porto - Escola de Comércio do Porto e Escola Profissional do Centro Juvenil de Campanhã -, que têm como objetivo o desenvolvimento de competências pessoais e de fruição e criação artísticas de jovens entre os 15 e os 20 anos. O projeto conta com uma rede de parceiros alargada dos quais se destacam O Teatro de Ferro, a equipa de sociólogas da A3S e a Câmara Municipal de Almada. Em março (16) toda a equipa, jovens e professores viajam até Guimarães para o primeiro encontro e partilha dos processos de criação, e para assistir à apresentação de Quarta-feira: O tempo das cerejas.

Sete Anos Sete Escolas é um projeto apoiado pela Fundação Calouste Gulbenkian através da iniciativa PARTIS - Práticas Artísticas para a Inclusão Social. 

Escola Secundária António Gedeão